Açoriana convence multimilionários a investir em infusões de liamba

Virgínia Vidal tem uma empresa onde vende chá, cafés e até chocolates quentes com o estupefaciente

É natural dos Açores e está emigrada há 35 anos no Canadá, onde se tornou uma séria activista da legalização de canábis.

Quando engravidou de trigémeos, Virgínia Vidal sentiu necessidade de se “medicar”, não só para não sentir tantas dores físicas como também para ajudar a lidar com uma complicada gravidez ao mesmo tempo que cuidava da sua mãe que sofria de demência. E foi aí que “descobriu a canábis” como analgésico alternativo àqueles que são habitualmente prescritos.
Só que, como fumava na rua e era inverno, Virgínia começou a imaginar uma forma mais confortável de aliviar os sintomas sem ter de sair de casa.
Experimentou fazer chá de canábis e resultou. Primeiro era a única utilizadora dos mesmos, mas quando começou a perceber que havia muitas pessoas na mesma condição decidiu criar a Mary’s Wellness e vender várias infusões deste tipo de estupefaciente.
A empresa, que vende online para todo o Canadá, tem 19 variedades de bebidas de canábis. Há chás, cafés, chocolate quente e até sumos.
O negócio, que foi passando de boca em boca, rapidamente tomou proporções maiores e, conta Virgínia ao Notícias ao Minuto, as infusões começaram a ser recomendadas por médicos a doentes e vendidas em clínicas.

Artigos relacionados

DESTAQUE OPINIÃO

OS TROCOS MAIS SUJOS QUE A ELITE “DOS SANTOS” DEIXOU PARA ANGOLA

Actualmente falar de Angola no contexto político, económico e social, tornaram-se “cláusulas” cada vez mais desconfortantes atendendo a porção de pancadas a que este povo é submetido constantemente e que no fim do dia não sabe onde mais se segurar, uma vez que a policia não está na rua para oferecer chocolates nem rebuçados!

Ler mais »

© All rights reserved

Made with ❤ by rotasweb.com