BODIVA transacciona 92,3 mil milhões de kwanzas e fecha Agosto em alta

A Bolsa de Dívida e Valores de Angola recuperou da quebra de Julho

A Bolsa de Dívidas e Valores de Angola fechou o mês de Agosto com 292 negócios, avaliados em 92,3 mil milhões de kwanzas. O montante representa um aumento de 30 mil milhões de kwanzas comparativamente ao mês de Julho.De acordo com informação divulgada pelo Ministério das Finanças, depois da queda registada em Julho, em que obteve um montante de 62,0 mil milhões contra os 82, 5 de Junho, durante o mês de Agosto a Bolsa de Dívida e Valores de Angola encerrou com 92,3 mil milhões de kwanzas.
No mercado bilateral, a BODIVA negociou 48,4 mil milhões, enquanto no ambiente Multilateral registou-se 43,8 mil milhões de Kwanzas. De acordo com o relatório semanal sobre o Mercado Secundário de Dívida Pública, no período em referência os investidores realizaram cerca de 292 negócios na BODIVA, sendo o Banco de Fomento Angola a instituição que mais negócios intermediou.
O BFA realizou cerca de 170 negócios, avaliados em 69, 9 mil milhões, seguido pelo Standard Bank Angola com 27 negociações avaliadas em 44, 9 mil milhões, o Banco Angolano de Investimento (BAI) com 21, 2 mil milhões resultantes de 27 negociações e o Atlântico com 16 negócios e 41, 5 mil milhões intermediados, sendo que, no total, entre Janeiro e Agosto a BODIVA realizou 2.557 negócios e obteve um montante de 512,8 mil milhões de Kwanzas.
De lembrar que a gestão do processo de emissão e colocação da Dívida Pública no mercado nacional, que era feita pela Unidade de Gestão da Dívida (UGD) passou, desde o dia 21 de Maio do presente ano económico para a responsabilidade da BODIVA. A decisão do Ministério das Finanças foi tomada em coordenação com o Banco Nacional de Angola (BNA), que subdelegou à BODIVA a responsabilidade de operacionalizar as actividades inerentes à emissão e colocação de Títulos do Tesouro, ficando apenas com a liquidação física e financeira.

Artigos relacionados

DESTAQUE OPINIÃO

OS TROCOS MAIS SUJOS QUE A ELITE “DOS SANTOS” DEIXOU PARA ANGOLA

Actualmente falar de Angola no contexto político, económico e social, tornaram-se “cláusulas” cada vez mais desconfortantes atendendo a porção de pancadas a que este povo é submetido constantemente e que no fim do dia não sabe onde mais se segurar, uma vez que a policia não está na rua para oferecer chocolates nem rebuçados!

Ler mais »

© All rights reserved

Made with ❤ by rotasweb.com