Cervejas de Moçambique vai investir 155 milhões em nova fábrica

A fábrica vai começar a laborar no final de 2019

A empresa Cervejas de Moçambique (CDM), subsidiária da ‘AB-InBev’, maior grupo cervejeiro do mundo, anunciou hoje em Maputo a construção de uma nova fábrica na província de Maputo, orçada em 180 milhões de dólares (155 milhões de euros).
O director-geral da CDM, Pedro Cruz, disse, durante a cerimónia do anúncio do projecto, que as obras vão iniciar no último trimestre deste ano e a fábrica vai começar a laborar no final de 2019.
A unidade vai produzir inicialmente 200 milhões de litros de cerveja à base de mandioca e milho produzidos em Moçambique, acrescentou Pedro Cruz.
O novo empreendimento vai fabricar as marcas moçambicanas da CDM e cervejas da AB-InVev.
A construção envolverá 1.000 trabalhadores e a fase de produção empregará 235 pessoas.
O director da CDM disse que a aposta na nova fábrica está a ser impulsionada pelos bons resultados que a empresa tem alcançado em Moçambique e pelo quadro fiscal estável e ambiente favorável ao investimento que o país oferece.
A unidade será a quarta da CDM no país.

Artigos relacionados

DESTAQUE OPINIÃO

OS TROCOS MAIS SUJOS QUE A ELITE “DOS SANTOS” DEIXOU PARA ANGOLA

Actualmente falar de Angola no contexto político, económico e social, tornaram-se “cláusulas” cada vez mais desconfortantes atendendo a porção de pancadas a que este povo é submetido constantemente e que no fim do dia não sabe onde mais se segurar, uma vez que a policia não está na rua para oferecer chocolates nem rebuçados!

Ler mais »

© All rights reserved

Made with ❤ by rotasweb.com