Chefe de Estado exonera PCA da Agência Nacional de Resíduos

O Chefe de Estado angolano, João Lourenço, exonerou nesta sexta-feira o Presidente do Conselho de Administração da Agência Nacional de Resíduos (ANR), Sabino Pereira Ferraz, e mais dois administradores da mesma instituição.

PRESIDENTE DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO DA AGÊNCIA NACIONAL DE RESÍDUOS (ANR), SABINO PEREIRA FERRAZ (ARQUIVO)

Trata-se dos administradores Maria Salvadora Lopes Correia Ortet de Vasconcelos Magalhães e Fulgêncio Missua Gaspar Pegado Manuel, refere uma nota da Casa Civil do Presidente da República a que a Angop teve acesso hoje.

Num outro decreto foram nomeados pelo Titular do Poder Executivo, João Lourenço, Monteiro Gomes Lumbo, para o cargo de Presidente do Conselho de Administração da ANR, enquanto Maria Salvadora Lopes Correia Ortet de Vasconcelos Magalhães e Arnaldo de Carvalho Ribeiro Guimaraes para o cargo de administradores.

A ANR, sob tutela do Ministério do Ambiente, tem entre outros incumbências regulamentar a actividade de concessão de serviço público na área do lixo e executar a política de gestão de detritos.

Compete igualmente à referida agência propor medidas legislativas, técnicas e económico-financeiras em matéria de política de gestão de resíduos, contribuir para o cumprimento de leis, regulamentos e normas aplicáveis são, entre outras, as funções atribuídas à  Agência.

A Agência Nacional de Resíduos (ANR) foi criada ao abrigo do Decreto Presidencial número  181/14 de 28 de Julho.

Artigos relacionados

DESTAQUE OPINIÃO

OS TROCOS MAIS SUJOS QUE A ELITE “DOS SANTOS” DEIXOU PARA ANGOLA

Actualmente falar de Angola no contexto político, económico e social, tornaram-se “cláusulas” cada vez mais desconfortantes atendendo a porção de pancadas a que este povo é submetido constantemente e que no fim do dia não sabe onde mais se segurar, uma vez que a policia não está na rua para oferecer chocolates nem rebuçados!

Ler mais »

© All rights reserved

Made with ❤ by rotasweb.com