Cinco mortos e 26 detidos na campanha eleitoral em Moçambique

As morte resultaram de acidentes ocorridos durante o período de campanha

Cinco pessoas morreram e 26 foram detidas durante os 13 dias de campanha para as eleições autárquicas em Moçambique, informou hoje o porta-voz da polícia moçambicana, Inácio Dina.

“Estas ocorrências são relativas a um acidente de viação que teve como consequência dois óbitos por atropelamento, um caso de um simpatizante que morreu electrocutado quando procurava colar um panfleto num poste de energia e também outro acidente de viação do tipo choque contra obstáculo fixo, onde morreram mais duas pessoas”, explicou Inácio Dina, em conferência de imprensa de balanço do período da campanha.

As 26 detenções estão maioritariamente ligadas a desacatos à autoridade por membros de partidos políticos, de acordo com Inácio Dina.

Artigos relacionados

DESTAQUE OPINIÃO

OS TROCOS MAIS SUJOS QUE A ELITE “DOS SANTOS” DEIXOU PARA ANGOLA

Actualmente falar de Angola no contexto político, económico e social, tornaram-se “cláusulas” cada vez mais desconfortantes atendendo a porção de pancadas a que este povo é submetido constantemente e que no fim do dia não sabe onde mais se segurar, uma vez que a policia não está na rua para oferecer chocolates nem rebuçados!

Ler mais »

© All rights reserved

Made with ❤ by rotasweb.com