Filho de ex-Presidente da África do Sul em tribunal por suborno

Um dos filhos do ex-Presidente da África do Sul Jacob Zuma, Duduzane Zuma, é ouvido na segunda-feira num tribunal de Joanesburgo, acusado de tentativa de suborno de um membro do Governo, informou hoje a imprensa local.

 

Duduzane Zuma supostamente atuou, em 2015, como intermediário na tentativa de subornar com 600 milhões de rands (37,9 milhões de euros) o vice-ministro das Finanças, Mcebisis Jonas, para que “trabalhasse” com Ajay Gupta, um empresário pertencente a uma conhecida família investigada por corrupção.

Jonas disse que a família Gupta lhe tinha oferecido o dinheiro para “controlar” o ministério.

Duduzane Zuma chegou à África do Sul na quinta-feira vindo do Dubai, onde reside habitualmente, para assistir ao funeral de um irmão, Vusi Nhlakanipho Zuma, que morreu com lúpus no dia 01, e foi temporariamente detido pelas autoridades no aeroporto internacional de Joanesburgo.

A Direção de Investigação de Crimes Prioritários da polícia sul-africana, conhecida por “Hawks” (falcões), obteve gravações de câmaras de segurança nas quais se vê o então vice-ministro e o filho de Zuma reunidos num luxuoso hotel, deslocando-se depois para a mansão de Gupta.

Numa entrevista à BBC britânica, citada pelo jornal de notícias sul-africano News24, Duduzane Zuma admitiu ter-se encontrado com Jonas mas negou que tivesse havido uma tentativa de suborno.

O filho de Jacob Zuma está envolvido num outro processo judicial, no qual é acusado do homicídio involuntário de um passageiro de um “minibus” contra o qual embateu com o seu carro em 2014.

Jacob Zuma, obrigado a renunciar ao cargo de Presidente pelo partido Congresso Nacional Africano (ANC) em fevereiro passado por causa da ligação a vários casos de corrupção, também já compareceu por duas vezes em tribunal e tem a próxima audiência marcada para dia 27.

Jacob Zuma é acusado de 16 crimes, de corrupção, lavagem de dinheiro e fraude.

Artigos relacionados

DESTAQUE OPINIÃO

OS TROCOS MAIS SUJOS QUE A ELITE “DOS SANTOS” DEIXOU PARA ANGOLA

Actualmente falar de Angola no contexto político, económico e social, tornaram-se “cláusulas” cada vez mais desconfortantes atendendo a porção de pancadas a que este povo é submetido constantemente e que no fim do dia não sabe onde mais se segurar, uma vez que a policia não está na rua para oferecer chocolates nem rebuçados!

Ler mais »

© All rights reserved

Made with ❤ by rotasweb.com