Posto de saúde de Cuanza Norte encerrado por falta de enfermeiros

Um posto de saúde do município do Ngonguembo, província angolana do Cuanza Norte, está encerrado há mais de cinco meses, por falta de enfermeiros, e cerca de 800 habitantes enfrentam dificuldades para ter assistência médica e medicamentosa, foi hoje noticiado.

De acordo com a agência angolana de notícias Angop, que noticia hoje o facto, a situação é relatada pelo coordenador adjunto da direcção municipal da Saúde, Francisco Velho, adiantando que o único enfermeiro que ali funcionava foi transferido para outra localidade.

Para acudir a carência dos habitantes, segundo o responsável, as autoridades sanitárias do município realizam consultas ambulatórias à população da comuna de Camame, e nalguns casos buscam assistência médica noutros municípios da província.

Segundo Francisco Velho, uma outra unidade sanitária no Ngonguembo está igualmente encerrada há mais de três meses para obras de restauro.

Artigos relacionados

DESTAQUE OPINIÃO

OS TROCOS MAIS SUJOS QUE A ELITE “DOS SANTOS” DEIXOU PARA ANGOLA

Actualmente falar de Angola no contexto político, económico e social, tornaram-se “cláusulas” cada vez mais desconfortantes atendendo a porção de pancadas a que este povo é submetido constantemente e que no fim do dia não sabe onde mais se segurar, uma vez que a policia não está na rua para oferecer chocolates nem rebuçados!

Ler mais »

© All rights reserved

Made with ❤ by rotasweb.com