Sonangol está a vender posição na Galp

A petrolífera estatal quer tirar as contas do vermelho e a alienação da posição indirecta na portuguesa Galp vai nesse sentido

A Sonangol está a negociar venda de posição na petrolífera portuguesa Galp, noticia hoje o Jornal de Negócios.  “A petrolífera quer tirar as suas contas do vermelho e a alienação da participação indirecta que tem na Galp ajudará a atingir esta meta. As negociações estão a correr bem. Falta o mais difícil, chegar a um acordo sobre o preço”, noticia o diário português de economia e negócios num artigo assinado por Celso Filipe.

A petrolífera estatal angolana participa na Galp através da Amorim Energia, a qual detém a maior participação qualificada na empresa (33,34%). A Amorim Energia tem a sua sede nos Países Baixos e os seus accionistas são a Power, Oil & Gas Investments BV (com 35% do capital), a Amorim Investimentos Energéticos SGPS S.A. (20%) e a Esperaza Holding BV (45%), incluindo-se a participação da Sonangol (15%) nesta última sociedade, que conta igualmente com a participação da empresária Isabel dos Santos.

No passado a Sonangol afirmou que o seu objectivo era adquirir uma posição directa na petrolífera portuguesa.

No segundo treimestre deste ano a Galp aumentou os lucros em 97 milhões de euros na comparação com igual período de 2017 para os 251 milhões de euros.

Artigos relacionados

DESTAQUE OPINIÃO

OS TROCOS MAIS SUJOS QUE A ELITE “DOS SANTOS” DEIXOU PARA ANGOLA

Actualmente falar de Angola no contexto político, económico e social, tornaram-se “cláusulas” cada vez mais desconfortantes atendendo a porção de pancadas a que este povo é submetido constantemente e que no fim do dia não sabe onde mais se segurar, uma vez que a policia não está na rua para oferecer chocolates nem rebuçados!

Ler mais »

© All rights reserved

Made with ❤ by rotasweb.com