Standard & Poor’s mantém ‘rating’ de Angola em B-

Para a agência de rating a perspectiva é estável

A agência de notação financeira Standard & Poor’s (S&P) manteve o ‘rating’ de Angola em B-, assim como uma perspectiva estável para a economia, alertando, entretanto, para a desvalorização do kwanza.
Numa informação divulgada este sábado pela S&P, à qual a Lusa teve acesso, a agência confirma a manutenção do ‘rating’ de ‘B-/B, semelhante à avaliação feita há seis meses.
“Prevemos que a dívida pública de Angola continue a subir em 2018, em grande parte como resultado da desvalorização do ‘kwanza’ […] e da sua subsequente depreciação, mas também devido aos défices orçamentais”, explica aquela entidade.
Ao mesmo tempo, a S&P aponta que o preço do barril de Brent, que serve de referência ao petróleo, deverá ficar perto dos 60 dólares entre 2018 e 2021, o que “ajudará Angola a reduzir o seu défice a médio prazo”.
Na avaliação divulgada, a agência de notação de risco indica ainda que a perspectiva (o chamado ‘outlook’) se mantém estável.
Para justificar tal atribuição, a S&P alude às “reformas governamentais em curso que visam um maior crescimento económico e a redução da dívida orçamental” a partir do próximo ano.

Artigos relacionados

DESTAQUE OPINIÃO

OS TROCOS MAIS SUJOS QUE A ELITE “DOS SANTOS” DEIXOU PARA ANGOLA

Actualmente falar de Angola no contexto político, económico e social, tornaram-se “cláusulas” cada vez mais desconfortantes atendendo a porção de pancadas a que este povo é submetido constantemente e que no fim do dia não sabe onde mais se segurar, uma vez que a policia não está na rua para oferecer chocolates nem rebuçados!

Ler mais »

© All rights reserved

Made with ❤ by rotasweb.com