Suspensa importação dos medicamentos Rellef em comprimido

As autoridades suspenderam a importação, comercialização e distribuição dos medicamentos Rellef devido a "contradições nas composições e origem", foi hoje anunciado

Numa nota de imprensa do Ministério da Saúde, enviada hoje à agência Lusa, em Luanda, indica-se que a decisão foi tomada quinta-feira pela Inspeção Geral da Saúde (IGS), que exorta à população a não consumir o medicamento até ordens em contrário.
A medida, refere o documento, surge ao abrigo de um decreto presidencial sobre as Bases Gerais da Política Nacional Farmacêutica, em combinação com o Regulamento Sanitário Nacional.
Analgésicos, antimaláricos, antibióticos e medicamentos para o tratamento de disfunção eréctil são os “fármacos contrafeitos que mais chegam a Angola”, segundo informou anteriormente a IGS, garantindo que está a proceder a um “combate cerrado” a essa prática, sobretudo junto às fronteiras do país.

Artigos relacionados

DESTAQUE OPINIÃO

OS TROCOS MAIS SUJOS QUE A ELITE “DOS SANTOS” DEIXOU PARA ANGOLA

Actualmente falar de Angola no contexto político, económico e social, tornaram-se “cláusulas” cada vez mais desconfortantes atendendo a porção de pancadas a que este povo é submetido constantemente e que no fim do dia não sabe onde mais se segurar, uma vez que a policia não está na rua para oferecer chocolates nem rebuçados!

Ler mais »

© All rights reserved

Made with ❤ by rotasweb.com