Negociações com o FMI são para concluir até Dezembro

Angola quer 4,5 mil milhões emprestados, mas ainda não existe uma definição sobre o valor do crédito a conceder pelo FMI